Alexandre Ank apresenta palestra para estudantes da Suprema Três Rios


O mesatenista paraolímpico, Alexandre Ank, esteve na Suprema Três Rios na última quarta-feira, dia 17 de agosto, para apresentar aos estudantes de medicina a palestra “O Poder Transformador do Esporte”. O atleta também foi convidado pela Coordenação de Esporte da Suprema a realizar a arbitragem da competição de tênis de mesa dos Jogos Interclasse da Faculdade, que aconteceu à noite na quadra do Sesi Club.


Nascido no município de Bicas, mas residindo em Juiz de Fora durante toda a vida, Alexandre possui uma carreira vitoriosa de quase 20 anos como mesatenista, com diversas conquistas importantes em competições nacionais e internacionais, representando o Brasil no tênis de mesa mundial.


Entre as principais conquistas, estão as medalhas de ouro na categoria por equipes e o bronze individual nos Jogos Parapan-Americano do Rio de Janeiro em 2007. Em 2015, no Parapan-Americano de Toronto, repetiu o feito, sendo bicampeão por equipes e novamente medalhista de bronze individual. Em 2008, Alexandre realizou um dos seus grandes sonhos como atleta, ao representar o Brasil na Paralimpíada de Pequim, na China.


Recentemente, em 2019, o mesatenista conquistou mais uma medalha de bronze nos Jogos Parapan-Americanos de Lima, na categoria individual, e sagrou-se campeão brasileiro nas categorias individual e por equipes no 53º Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa Interclubes, disputado em São Paulo.


Em nosso bate-papo com Alexandre, o mesatenista falou um pouco da palestra que apresenta há cerca de oito anos, e que tem sido importante para levar a sua história a diversos locais.


“Meu objetivo em realizar as palestras é humanitário. Procuro adaptar minha fala ao ambiente e ao grupo de pessoas a quem estou me direcionando, sempre destacando a importância do esporte e a superação dos desafios que a vida nos apresenta. É uma oportunidade de compartilhar a minha história de superação com as pessoas, e acredito que poder levar os meus conhecimentos e experiências para diferentes públicos também agrega muito à minha carreira.”


A Suprema apoia Alexandre Ank desde 2014, uma parceria que nasceu de uma palestra realiza pelo mesatenista na Faculdade de Juiz de Fora, e que cresce a cada ano, agregando valores importantes ao atleta e à instituição.


Para o Coordenador de Esporte da Suprema, Dirceu Ribeiro, é um grande orgulho para a Faculdade estar ao lado do esportista que é uma referência no tênis de mesa nacional, além de ser uma pessoa de caráter e um exemplo a ser seguido por toda a sua trajetória de vida.


“A Suprema possui, ao longo dos anos, uma relação importante com a prática esportiva como promoção de bem-estar e saúde. E como o próprio nome da palestra destaca, o esporte possui um poder transformador e é fundamental para estabelecer valores como amizade, respeito, resiliência, entre outros, que contribuem para a formação dos estudantes. Acredito que estarmos ao lado do Alexandre nos ajuda a fortalecer os conceitos de esporte e saúde unidos à humanização e à excelência na preparação de profissionais de saúde através do ensino de alta qualidade da Suprema. Por isso, nossa parceria com ele é de muito sucesso”.


Alexandre destaca o significado pessoal de ter a Suprema como parceira. “Dependi muito da atuação de diversos profissionais de saúde quando sofri o acidente, e também durante a minha recuperação. Sou muito grato ao trabalho dos médicos, enfermeiros e fisioterapeutas que me atenderam e, por isso, valorizo muito o apoio da Suprema, que cumpre com sucesso a missão de formar excelentes profissionais.”


O mesatenista também participa da formação dos estudantes da Suprema Juiz de Fora, ministrando aulas de tênis de mesa e totó uma fez por semana. “Através das aulas, posso estar mais próximo dos alunos, tendo uma troca de experiência de vida com eles. Os estudantes têm a oportunidade de me ver entrar e sair do carro sozinho, fazer as transferências, me locomover, e isso oferece a eles mais conhecimento em como lidar com uma pessoa com deficiência no dia a dia.”


As palestras e aulas não tiram o foco do competidor. Em 2022, o mesatenista disputou três etapas nacionais do esporte, conquistando dois primeiros lugares e um segundo lugar, além da disputa de uma etapa internacional, no mês de julho, ficando em terceiro lugar.


Alexandre mantém uma rotina de treinos de 4 horas, de segunda a sexta-feira, para que possa se manter como 1º do ranking nacional e entre os três primeiros do ranking mundial de tênis de mesa. “Tento sempre estar entre os melhores do mundo para que eu possa atingir meu grande objetivo que é conquistar uma vaga para a Paralimpíada de Paris em 2024.”




20 visualizações